CONHEÇA OS SONHOS
O que você quer ser
quando crescer ?

Médico, professora ou presidente. Toda criança pode ser o que ela sonha.

Ilustramos sonhos de crianças apoiadas pelo Instituto Ayrton Senna.
Você pode ajudar a torná-los realidade.

Amanda

Professora

O meu sonho é trabalhar ou, senão, ser professora.
Pelo menos, se eu tiver algum aluno rebelde, eu posso falar com ele
direitinho, conto a minha história de quando eu era
pequena e eles vão entender.

Compartilhe os sonhos para que mais pessoas
possam ajudar a torná-los realidade.

Daniel

Médico

“Quando eu crescer, eu quero ser um médico.
É... pra salvar os doentes!”

Compartilhe os sonhos para que mais pessoas
possam ajudar a torná-los realidade.

Carlos Daniel

Futuro formando

Eu penso que graças ao Acelera Brasil do
Instituto Ayrton Senna... eu vou poder trabalhar
num trabalho que eu quero muito fazer, eu não
sei ainda, mas vou decidir.

Compartilhe os sonhos para que mais pessoas
possam ajudar a torná-los realidade.

Fernanda e Antônio

Farmacêutica / Veterinário

Fernanda: Eu queria seguir na Medicina ou Farmácia.
Se eu me esforçar, se eu mesma criar o meu destino,
eu mesma posso fazer uma faculdade.

Antônio: No começo eu era desanimado...
ah, qualquer coisa pra mim “ta” bom.
Agora eu quero ser veterinário.

Compartilhe os sonhos para que mais pessoas
possam ajudar a torná-los realidade.

Ismael

Veterinário

É... tem que estudar muito pra entender quando
a gente precisar mexer com animal, né?!

Compartilhe os sonhos para que mais pessoas
possam ajudar a torná-los realidade.

Joscyane

Presidente do país

Eu vou pra a escola e quando eu crescer eu vou
fazer faculdade, fazer curso pra ser cantora,
médica ou advogada e, às vezes, posso até ser
presidente do país

Compartilhe os sonhos para que mais pessoas
possam ajudar a torná-los realidade.

Conheça os sonhos que o instituto já ajudou a realizar

Com a ajuda do instituto, os sonhos de vários estudantes já se tornaram realidade. Confira alguns depoimentos:

Manoel Carlos

Participou do Jovens Embaixadores e trabalha no escritório de Havard

Hoje eu trabalho no escritório da Universidade de Harvard. Pelo programa (Escola Conectada) eu não só desenvolvi tanto esse instinto de ir atrás, como também, ele acabou me dando a oportunidade de buscar um pouco mais.

Nathalie Brito

Cursando psicologia

Se eu não tivesse passado pelo Superação, não sei dizer como seria a minha realidade hoje. Talvez, eu estaria aqui na Universidade mesmo por estudar... mas uma coisa eu tenho certeza: que eu não seria tão ativa como eu sou hoje, não me preocuparia tanto com a causa do meu próximo.